English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Jackie McLean


John Lenwood "Jackie" McLean nasceu no dia 17 de maio de 1931 na cidade de New York, Estados Unidos. Seu pai, John Sr., tocava guitarra na orquestra de Tiny Bradshaw. Após a morte de seu pai em 1939, Jackie continuou estudando com seu padrinho, seu padrasto (dono de uma loja de discos) e vários professores notáveis. Recebeu ainda, aulas informais dos vizinhos Thelonious Monk, Bud Powell e Charlie Parker.
Durante a escola secundária, já tocava seu sax em uma banda com Kenny Drew, Sonny Rollins e Andy Kirk Jr. (saxofonista tenor filho de Andy Kirk). Junto com Rollins, tocou no álbum de Miles Davis, Dig, quando estava com somente 20 anos de idade. Ainda jovem, também gravou com Gene Ammons, Charles Mingus no àlbum Pithecanthropus Erectus, George Wallington e como membro da Art Blakey and The Jazz Messengers. Suas primeiras gravações como band leader foram em 1955. Mesmo sem abandonar suas raízes no hard bop, McLean tornou-se um expoente do jazz modal. Gravou pela Prestige Records (1956 e 1957) e pela Blue Note Records de 1959 a 1967. Pela Blue Note, seu trabalho foi altamente reconhecido, como band leader ou somo sideman para músicos como Donald Byrd, Sonny Clark, Lee Morgan, Ornette Coleman, Dexter Gordon e outros.
Em 1962, gravou Let Freedom Ring. Incorporando idéias dos desenvolvimentos de free jazz de Ornette Coleman, o álbum resultou em uma fantástica fusão entre o hard bop e o "new breed". Desde então, suas adaptações do jazz modal, as inovações do free jazz a sua visão de hard bop, tornaram suas gravações distintas e inovadoras.
Em 1967, seu contrato de gravação, como os de muitos outros músicos progressistas, foi encerrado pela nova administração da Blue Note. Suas oportunidades de gravar prometiam tão pouco pagamento que McLean abandonou as gravações como uma maneira de ganhar a vida, concentrando-se em turnês.
Em 1968, começou a ensinar na Hartt School da Universidade de Hartford. Mais tarde montou o Departamento de Música Afro Americano da universidade. Em 1970, ele e sua esposa, Dollie McLean, juntamente com o baixista de jazz Paul (PB) Brown, fundaram o Artists Collective, Inc. of Hartford, uma organização dedicada à preservação da arte e da cultura africana, fornecendo programas educacionais e instrução em dança, teatro, música e artes visuais.
Jackie McLean morreu em 31 de março de 2006, em Hartford, Connecticut. No mesmo ano, foi incluído no DownBeat Hall of Fame.

Discografia 
Presenting Jackie McLean (1955) Lights Out! (1956) 4, 5 and 6 (1956) Jackie's Pal (1956) McLean's Scene (1957) Jackie McLean & Co. (1957) Makin' the Changes (1957) A Long Drink of the Blues (1957) Strange Blues (1957, lançado em 1964) Alto Madness (1957) Fat Jazz (1957) Jackie McLean Quintet reissue of Ad Lib Presenting Jackie McLean (1957) New Soil (1959) Swing, Swang, Swingin' (1959) Capuchin Swing (1960) Jackie's Bag (1959–60) Bluesnik (1961) A Fickle Sonance (1961) Let Freedom Ring (1962) Tippin' the Scales (1962) Vertigo (1962–63) One Step Beyond (1963) Destination... Out! (1963) It's Time! (1964) Action Action Action (1964) Right Now! (1965) Jacknife (1965) Consequence (1965 lançado em 1979) Hipnosis (1967) New and Old Gospel (1967) 'Bout Soul (1967) Demon's Dance (1967) Ode to Super (1973) A Ghetto Lullaby (1974) The Meeting with Dexter Gordon (1974) The Source wiyh Dexter Gordon (1974) Antiquity (1975) com Michael Carvin New York Calling (1975) com the Cosmic Brotherhood Contour (1980) Dynasty (1990) The Great Jazz Trio – New Wine in Old Bottles (East Wind (1978) Monuments (1979) The Jackie Mac Attack Live (1991) Rhythm of the Earth (1992) Fire & Love (1998) Nature Boy (2000)
Fonte: Wikipédia